Volta Redonda possui espaço dedicado a memória de Zumbi de Palmares e a cultura afro brasileira

memorial-zumbi-gabriel-borges-
Centro Cultural conta com exposição permanente de fotos de quilombolas da região, doadas pelo fotógrafo André Sodré, além do painém de Clécio Penedo
Foto: Gabriel Borges

Centro Cultural Quilombo Memorial Zumbi abriga várias atividades de coletivos culturais do município

O Memorial Zumbi foi criado em 1º de Junho de 1990, projetado e assinado pelo Arquiteto Selso Dal Bello e instituído para ser um centro cultural com o objetivo de fomentar e preservar a cultura afro. Hoje conta com uma exposição permanente de fotos de quilombolas da região, doadas pelo fotógrafo André Sodré, além do Painel Zumbi do artista plástico Clécio Penedo, uma acrílica sobre madeira, que pertence ao acervo do centro cultural.

Hoje o centro cultural abriga atividades de coletivos culturais do município como: Jongo Di Volta, Grupo de Dança Afro Iya Mi Dunda, Flor de Maio – Humanizar, Capoeira Abadá, Residência na Memória – Quilombo de Aço e o Coral Afro Dorujayê. Em breve outros grupos e ocupações serão apresentados contemplando um edital de ocupação que foi realizado no mês de Junho de 2018, visando dar espaço a ações de cultura e saber afro. Para realizar exposições ou apresentações no espaço, basta procurar a secretaria de Cultura de Volta Redonda ou a coordenação do Memorial Zumbi.

– O Centro Cultural Quilombo Memorial Zumbi deve ser motivo de orgulho para toda cidade, não há nenhum outro local dedicado à memória de Zumbi de Palmares e a cultura afro brasileira com a estrutura deste aparelho cultural que possuímos. É resultado da luta de muitos negros e negras, que vieram antes de nós e que se atentaram para a necessidade da preservação da história de um povo que construiu e constrói nosso país – contou o gerente de espaços culturais da secretaria municipal de Cultura, Sid Soares.

Entre os eventos oferecidos pela Secretaria de Cultura através do Memorial, estão o Sala do Saber, encontros mensais com apresentação de pesquisas voltadas para a cultura e movimento negro com rodas de conversa, além de lançamento de livros e apresentação de curtas metragens, e o Cine Zumbi onde mensalmente um filme com protagonismo negro é exibido gratuitamente.

Para comemorar os 28 anos de fundação do Centro Cultural Quilombo Memorial Zumbi, foi realizada a entrega do I Prêmio Dandara e Zumbi dos Palmares, uma premiação inédita na cidade que visou prestigiar negros e negras do município que se destacaram em áreas como: Música, Dança, Literatura, Artes Cênicas, Empreendedorismo, Artes Visuais e Humanidade e Cidadania.

O Memorial Zumbi funciona de segunda à sexta-feira, de 10h às 21h, com atividades variadas.

Fonte: Diário do Vale

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s