É da preta o corpo objetificado

Dizem

Não é pra casar, é pra pegar

Digo

Não quero casar!

Quero mestrar

Dizem

Alisa o cabelo

Só assim te aceitamos

Digo

Sustento meu black cabelo

Só assim me amo

Dizem

Não exista

Vamos apagar o que vem de você

Digo

Resisto e existo

Vou impor a existência negra a você

A consciência negra vai persistir enquanto você tentar apagar o meu existir.

A consciência negra deve persistir enquanto você tentar silenciar a voz que há em mim.

A consciência negra deve existir enquanto você negar o racismo que há em ti.

Juliana Silva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s